Tolerância ZERO

Começo e termino a semana ouvindo a mesma expressão babaca de que brasileiro não se mexe, brasileiro não reclama de nada, brasileiro aceita tudo de cabeça baixa.  Daí me dá uma irritação profunda, uma vontade de mandar tomarnaquelelugar, logo agora que eu volto de um encontro entre vários setores da sociedade onde discutimos questões relacionadas ao movimento negro, justamente agora que chego do Ocupa Rio, que está com várias pessoas acampadas na Cinelândia em busca de uma nova ordem. Daí eu leio de um outro que eu nem me interessei em saber o nome :”Brasileiro não faz nem uma manifestaçãozinha na praça.” Ah, vai!

Cartaz do Movimento A Casa Caiu- Ocupa Rio

Como é que esse povo que não faz nada em prol do bem comum tem a coragem de dizer isso?! Uma gente que não se mexe, que não quer se mexer, que não se importa com nada e nem com ninguém, mas que quer que alguma coisa mude. É essa gente que coloca toda a culpa na ignorância do povo e nos governantes sem se enxergar como ator da situação. Votou mal (não vou nem expor aqui em quem foi), não acompanha o que está acontecendo no cenário brasileiro e mundial, só assiste uma emissora de tv, só lê um jornal e duas revistas (e acha que já está bom), tem carrão e está sempre viajando. Pinta, quando abre a boca,  um cenário de um Brasil saído das páginas daquele único jornal. E depois dizem que é o pobre quem tem problema de autoestima.

Ah, isso me cansa tanto. Como uma pessoa pode se dizer brasileira e nunca ter ouvido falar em Movimento Negro, Movimento Sindical, Movimento das Empregadas Domésticas, CUT, os vários movimentos feministas, Movimento dos Sem Terra, indígenas e outros. Só uma pessoa extremamente alienada pode dizer com propriedade uma coisa como essa e se gabar disso.

Risquei um do meu caderninho por isso!

Não vou me alongar, mas deixo aqui meu desabafo, um pouco mais sutil do que o que eu deixei no facebook: gostaria muito de mandar todo esse pessoal para dar um pulo em um rio Amazonas com sua diversa fauna com línguas tão afiadas e interesses tão individualistas quanto os delas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s