Permanecemos em cartaz no SESC Rio Branco, Acre.

Continuar lendo

Anúncios

Débora Almeida em entrevista ao CULTNE NA TV

No dia 16 de julho foi exibido o programa CULTNE NA TV com Débora Almeida sendo entrevistada por Ricardo Brasil. No programa, que também está disponível on line, Débora falou sobre o seu trabalho em teatro, o processo do espetáculo Sete Ventos e mulheres negras.

Segue o link com a entrevista completa:

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sete Ventos pelo Brasil e Mundo

Status: Estamos postando.

12714115_10206858449034434_2007539052_n

 

Terminado o carnaval, hoje estamos fazendo o que fazemos desde o dia 24 de outubro de 2015, um dia após o lançamento do livro Sete Ventos: estamos postando. Pois é, o livro de Sete Ventos ganhou as estrada, os ares, já cruzou o Brasil, as Américas e o Atlântico. Hoje, além do Rio de Janeiro e outros estados brasileiros, o livro está sendo lido na Áustria, Argentina, Chile e Estados Unidos.

As sete mulheres, as sete qualidades de Iansã representadas pelas personagens Bárbara, Ayana, Samara, Tiana, Fabiana, Ana e Iracema ganharam o mundo. Sete Ventos tirou passaporte e está empretecendo as rotas internacionais!

Já tem o livro? Entre em contato e envie suas impressões, depoimentos, resenha, que nós publicamos em nossa página. Ainda não tem? Entre em contato com a nossa produtora que ela passa as coordenadas. E-mail: deboradeoliveira2014@gmail.com ou contatodeboraalmeida@gmail.com

Tem também a página no facebook: https://www.facebook.com/sete.ventos.5/

 

Quem disse que livro não voa?

avião-post edu.png

 

 

Multicidade. Festival Internacional de Mulheres nas Artes Cênicas

Entre os dias 31 de outubro e 07 de novembro de 2015 aconteceu na cidade do Rio de Janeiro, no Teatro Tom Jobim, o Multicidade- festival Internacional de Mulheres nas Artes Cênicas. Diretoras, atrizes, bailarinas, estudantes, professoras de Teatro e outras áreas correlatas de todo o mundo estiveram no Rio de Janeiro apresentando suas produções, contagiando a cidade com suas múltiplas formas de comunicação e expressão.

Participei com a aula- espetáculo Sete Ventos Unplugged. Misto de palestra e performance.

Esse festival faz parte da Rede Magdalena Project, da qual já participo desde 2012. Considero um presente na vida de cada artista. Segue o vídeo, que pode falar um pouco mais sobre essa experiência.

Resenha de Sete Ventos. Melanina Acentuada

10482318_1003907746315484_5200317874228485966_o

Emocionada, a plateia do Teatro Dulcina aplaude o espetáculo de pé

Essa foi a resenha feita por Luciano Maza sobre o espetáculo Sete Ventos, apresentado no Melanina acentuada.

A contadora de mulheres

Sobre “Sete Ventos” na Mostra Nova Dramaturgia da Melanina Acentuada

 Por Lucianno Maza

 O que é a Mostra Nova Dramaturgia da Melanina Acentuada senão um espaço precioso para que todas as etnias possam ouvir as histórias das vidas e/ou das bocas negras? Sim, um ponto de encontro do pensamento e da memória para refletir sobre nossa contemporaneidade carregada de resquícios do passado e em plena transformação por um futuro de maior equidade entre os povos. Esses três tempos surgem em “Sete Ventos” que se resulta no acontecimento-agora da teatralidade.

 Chamam ‘griots’ os contadores de história na África. Em uma cultura transmitida pela oralidade, esses personagens das sociedades tribais são os responsáveis por entreter e fazer sonhar, mas também por transmitir valores e tradições que afetam o pensar e agir dos homens. Débora Almeida é a ‘griot’ desse espetáculo sobre cidadãs negras sob o signo de Iansã, vai ao mitológico africano para emergir em histórias dos cotidianos de luta dessas que carregam na cor e no sexo a exclusão e a força para arrebentar-se dos estereótipos.

A contadora de mulheres já começa confrontando seus ouvintes-espectadores. “Como é meu cabelo?” “Como é meu nariz?” “Como são meus lábios?” Evoca o fenótipo inescapável que tanto parece condenar a um destino no mundo. Seja na honesta reflexão pura sobre o alisar dos cabelos afros ou na arregimentação para uma invasão negra pelo poder e dinheiro ao bairro de classe média alta, a mulher negra surge em sete raios inspirados em depoimentos de figuras reais. Entre as histórias perpassam o abandono, a batalha, os anseios e também a felicidade.

Em cena, a ‘griot’ Débora Almeida nos encanta em suas falas. Com domínio e segurança, transita do humor à firmeza, passando por certa metateatralidade em seu discurso, tudo acompanhado por um corpo vívido e voz plena. Como crianças que pedem mais uma história e outra antes de dormir, ao final de “Sete Ventos” ficamos com o desejo de ouvir mais do que Débora Almeida tem a contar.

*Retirado do site Melanina Acentuada: http://www.melaninaacentuada.com.br/#!a-contadora-de-mulheres/upo3b

Lançamento do livro Sete Ventos. As sete mulheres inspiradas em Iansã viraram livro

No dia 23 de outubro de 2015, além de apresentar o espetáculo SETE VENTOS no Melanina Acentuada, também lançamos, pela editora Autografia, o livro SETE VENTOS.

A história de Bárbara e as sete personagens inspiradas em Iansã virou um lindo livro que traz o texto do espetáculo, fotos, trechos de depoimentos de mulheres entrevistadas, prefácio de Cristiane Sobral e poesia de abertura de Nina Silva.

Foi uma noite linda que contou com a presença de muitas pessoas ilustres e queridas.

Interessados em adquirir o livro, entrem em contato com a produtora: deboradeoliveira2014@gmail.com

        Seguindo a legenda em círculo: (1)Exempares do livro, (2)Débora Almeida em noite de autógrafos, (3)com Vanda Ferreira, da SPM, (4)com Elisa Larkin, do Ipeafro e                  (5)com Bárbara Santos do centro de Teatro do Oprimido.

Espetáculo Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues

Julho foi o mês do Nelson. Meu primeiro Nelson Rodrigues.

Estivemos no SESC Tijuca, em temporada maravilhosa.

O espetáculo já tem estrada. Dirigido por Renato Carrera, recebeu o Prêmio da Revista Questão de Crítica em 2013.

Foi uma mini-temporada. Incrível.

10419516_10202029530290859_4212578156180892279_n

 

10423870_10203101589075283_4655130062844476960_n

 

O elenco durante um debate sobre o espetáculo. Leonardo Corajo, Hugo Germano, Cecília Hoeltz, Rodolfo Mesquita, Andrezza Bittencourt, Patrícia Garcia e Débora Almeida.

Parte do elenco durante um debate sobre o espetáculo. Leonardo Corajo, Hugo Germano, Cecília Hoeltz, Rodolfo Mesquita, Andrezza Bittencourt, Patrícia Garcia e Débora Almeida. Também integram o elenco as atrizes Isabel Pacheco, Maria Clara Hertz Bittecourt e e o atorFelipe Koury.